Arquivo da categoria: Default

Aumento do pênis

Sob o aumento do pênis , nós realmente entendemos dois procedimentos: aumento do pênis e espessamento do pênis .

Aumento do pênis = extensão + espessamento

O aumento do pênis e o espessamento do pênis podem ser operados juntos em uma única etapa. No entanto, também é possível alterar apenas o comprimento ou espessura do pênis e realizar, por exemplo, apenas o espessamento peniano. O que você escolhe depende da situação inicial e, claro, de seus desejos. Também outros procedimentos, como a circuncisão , um espessamento da acne ou um aperto do escroto podem ser realizados dentro da mesma operação.

Operação

Durante o aumento do pênis, a faixa de retenção entre a pélvis e o tecido erétil é cortada através de um corte em forma de Y. Isso permite que o pênis seja puxado para frente e conserte nessa nova posição. O procedimento deixa uma cicatriz de aproximadamente 3 a 4 cm de comprimento, geralmente em forma de Y, na região púbica. Isto é pouco visível após um período de cicatrização de cerca de 3 meses.

O ganho de comprimento a ser alcançado não é estimado anteriormente, uma vez que o resultado do comprimento e aperto da correia depende e isso não deve ser determinado antecipadamente. De nossa experiência, no entanto, sabemos que uma extensão do pênis de 2-4 cm, em média, é realista.

Os pacientes que consideram que este é muito baixo, aconselhamos fortemente contra o aumento do pênis para evitar expectativas frustradas.

Preparação

Como o espessamento peniano é baseado no uso da própria gordura corporal, é importante determinar com antecedência os locais onde a gordura deve ser extraída. Muitos de nossos pacientes usam a cirurgia diretamente para lipoaspiração extensa no estômago e / ou nos flancos. Um bom efeito colateral para um visual esguio.

Também para esta operação, precisamos apenas de uma pequena imagem sanguínea com o Quickwert.

Métodos eficazes para aumentar o tamanho do pênis

Existem métodos eficazes para aumentar o tamanho do pênis, mas são poucos. Entre estes, há cirurgia. A primeira é cortar os ligamentos que ligam o pênis ao osso púbico para “desdenhar” a parte interna do órgão masculino. O órgão masculino ganha cerca de dois centímetros, mas sua circunferência permanece a mesma

Em troca, a ereção pode ser instável em um em cada cinco homens.

Também é possível engordar o corpo do homem para injetá-lo na bainha do órgão reprodutor. O pênis então ganha de três a cinco centímetros de circunferência.

Cada um desses métodos requer um descanso sexual de pelo menos duas semanas. Complicações também são possíveis, como em todos os casos de cirurgia.

Para aumentar o tamanho de um micropênis, existe uma prótese peniana que, implantada no órgão, a mantém em um estado de semi-ereção. Mas este método só é aplicado a pênis muito menores que a média.

Pênis alongamento

Dos outros métodos propostos, os extensores penianos parecem ser os mais eficazes, de acordo com três estudos independentes. Ao carregar o stent seis horas por dia durante quatro meses, o homem ganha cerca de 1,8 cm na ereção e 2,3 cm em repouso.

No entanto, esses extensores são bem tolerados em geral. Alguns, no entanto, relataram dor insuportável, enquanto outros não viram progresso significativo. Verifique com seu médico antes de comprar o dispositivo.

Algumas dicas

Todo mundo sabe que é o influxo de sangue no pênis que garante a ereção. Um estilo de vida saudável e atividade física melhoram a circulação sanguínea e, por sua vez, afetam o tamanho do sangue.

Mantenha a forma enquanto pratica esportes.

Tenha uma dieta saudável e equilibrada.

Evite o tabaco.

Moderar seu consumo de álcool.

Evite estresse e ansiedade.

O anel do pênis

Sem fazer crescer o pênis, o galo, um brinquedo sexual, fortalecerá e prolongará a ereção mantendo o sangue no órgão masculino.

Cautela

Entre os métodos sugeridos na web, você vai encontrar envoltório do corpo quente, masturbação com urtigas (ouch!), Cremes e / ou medicamentos naturais ou químicos, até mesmo injeções de azeite, cera de abelha ou silicone.

Estes métodos não dão resultados significativos, de acordo com estudos sérios. E eles não são recomendados pelos médicos.

Se lhe oferecemos uma receita milagrosa, eficaz em poucos dias, troque de site … Usá-los só aumentará a carteira daqueles que vendem.

Senhores, lembrem-se. Nas mulheres, as terminações nervosas são agrupadas principalmente no primeiro terço da vagina. E se adapta a todos os tamanhos de pênis. Além disso, o tamanho do pênis não é tão importante para mais de uma mulher em dois. Sua aparência geral, sua maneira de fazer amor, as preliminares e os sentimentos de amor estão no topo da lista. E muitos têm medo de sentir dor durante o sexo com um homem que tem um pênis maior que o normal.

PÊNIS PEQUENO. AMPLIAÇÃO CIRÚRGICA DO PÊNIS

Os machos têm genitais diferentes . A maioria deles está satisfeita com o tamanho do próprio pênis, outros tendem a acreditar que seu símbolo de orgulho masculino é pequeno. Uma pesquisa recente da revista americana Details mostrou que 39% dos entrevistados acreditam ter um pênis pequeno .

A urgência do problema do aumento do pênis é indiscutível, uma vez que cerca de 80% dos homens sofrem de um complexo de inferioridade sobre o seu membro apenas devido à falta de informação sobre o tamanho dos órgãos genitais masculinos.

Existem parâmetros de medição para o pênis?

Como medir o pênis?

O pênis é medido à temperatura ambiente, a fim de excluir o fator de contração espontânea do tecido em resposta ao frio. É necessário medir em um estado de ereção, desde O tamanho em um estado silencioso varia muito e depende da temperatura, do estado físico e psicológico e de outros fatores. O tamanho no estado de ereção também é diferente, mas os desvios da média geralmente são de no máximo ± 0,5 cm.

A medição do pênis é um procedimento muito importante se você quiser ampliar seu pênis. É importante entender de quais dados iniciais você está se movendo e qual é o seu objetivo final. Como os resultados do aumento podem ser invisíveis com um olho armado, você pode sempre consultar a régua para ver a dinâmica do crescimento.

Importante : você deve sempre medir na mesma posição! O comprimento do pênis também depende da posição do seu corpo. Por exemplo, quando você está – um comprimento, quando você se senta – um pouco mais. Quando você está mentindo, o comprimento do pênis pode diferir do comprimento quando você está de pé ou sentado.

Como medir o pênis

Corretamente para medir um membro deve estar em uma posição de pé: os joelhos são pressionados um ao outro, o membro deve estar no estado ereto (como foi dito anteriormente) e paralelo ao chão. A régua é aplicada de lado, apertada ao membro e apoiada no osso púbico. Neste caso, a régua não deve ser pressionada no púbis – então você obtém o valor real do tamanho do pênis.

Antes de uma visita à clínica de urologia, a fim de aumentar o pênis, você deve primeiro realizar todas as medidas acima.

O tamanho mais comum do pênis é de 14 a 16 cm.O tamanho do pênis, igual a 13 cm, ocorre em 12% da população masculina, 12 cm – em 6%. E apenas cerca de 3% dos homens têm um tamanho de pênis inferior a 12 cm.

Extensor Peniano

Com um extensor de pênis, você pode aumentar o tamanho do seu pênis por uns impressionantes dois centímetros e meio no estado flácido dentro de um período de seis meses. Aqui, o pênis é esticado por um trilho preso a ele, a força de tração pode ser ajustada.

Ampliação do pénis e espessamento do pénis

Mais alguns centímetros? Sonho ou realidade?

Qual é a mulher do seio é para o homem o pênis. Muitos homens ainda querem alguns centímetros e pensam seriamente sobre as possibilidades de aumento do pênis . Os e-mails recebidos diariamente sugerem que nada é mais fácil do que o aumento do pênis. A maioria das ofertas da Internet é duvidosa e principalmente ajuda apenas os distribuidores.

Quão grande pode ser a melhor peça do homem? Quando é pequeno, quando é a média e quando se pode ser feliz com a sua “coisa enorme”? Um primeiro estudo científico foi conduzido por Alfred C. Kinsey com estudantes universitários americanos. A média do pênis ereto foi de 15,2 cm. 90 por cento de todos os participantes estavam no intervalo entre 14 e 16,5 cm. A chave é medir corretamente, desde a ponta do pênis até a barriga no topo.

Outro estudo, realizado em 1996 pelo Departamento de Urologia da Universidade de Essen, chegou a ter uma média de 14,5 cm.

causas

Um “verdadeiro” Mirkopenis (1,5 – 2,5 cm) não é sinônimo de um pênis muito pequeno. A violação da diferenciação sexual leva ao desenvolvimento de um micropenis. Como regra geral, essas pessoas não são claramente designadas para um gênero (intersexualidade).

Um pênis muito pequeno não deve ser confundido com um pênis micro. O tamanho do pênis é frequentemente condicionado.

Às vezes, no entanto, uma deficiência do hormônio sexual masculino testosterona pode ser a causa. Se esta condição for tratada precocemente (durante a puberdade), o crescimento normal do comprimento do pênis pode ser alcançado.

sintomas

Não apenas um pênis muito pequeno afeta a privacidade do homem, mas também pode causar transtornos mentais graves e ser muito estressante para um relacionamento e uma vida sexual feliz.

A disfunção erétil psicogênica

Causas psicogênicas:

neurose, depressão;

estresse, fadiga;

falta de atração;

relação sexual, dolorosa para o homem ou para o próprio parceiro.

A disfunção erétil psicogênica geralmente aparece de forma súbita e esporádica, está associada a uma situação ou parceiro específico, e as ereções matutinas e noturnas podem persistir. Muitas vezes causas orgânicas e psicogênicas trabalham juntas, e então elas falam sobre um tipo misto de disfunção erétil (impotência).

Muitos homens acreditam que uma ereção deve inevitavelmente piorar com a idade. Isso não é inteiramente verdade. Simplesmente com a idade, os problemas de saúde se acumulam, o que, por sua vez, pode piorar a ereção. Além disso, a impotência contribui para o abuso de álcool e tabaco.

IMPOTÊNCIA E DISFUNÇÃO ERÉTIL – A MESMA COISA?

Problemas com ereções ocorrem periodicamente, mesmo em um homem perfeitamente saudável. As razões aqui podem ser muito diversas, incluindo fisiológicas (efeitos colaterais de drogas ou excesso de álcool no sangue) e psicológicas (excesso de trabalho, raiva ou insegurança). Se a disfunção erétil ocorre com freqüência, há um motivo para consultar um especialista. Na maioria das vezes, o médico referirá a disfunção erétil ou impotência como um diagnóstico. Hoje, ambos os termos são usados ​​ativamente na medicina e no ambiente doméstico. Contudo, às vezes aparecem sinônimas, às vezes – diagnósticos diferentes. Do ponto de vista médico, esses termos referem-se a diferentes doenças.

Da história

Durante muito tempo, o diagnóstico de “impotência” foi feito para todos os homens com queixas de diminuição da força e duração das ereções. Esta categoria incluiu pacientes que tiveram uma ereção, mas não foram intensivos para relações sexuais completas. Como resultado da pesquisa, descobriu-se também que há muito mais pessoas com uma ereção de qualidade insuficiente do que com sua completa ausência. Tudo isso foi o motivo que, em 1988, no Congresso Europeu de Urologistas, Sexopatologistas, Andrologistas e outros especialistas envolvidos no tratamento de doenças do sistema reprodutor masculino, foi decidido introduzir um novo termo. Eles se tornaram o conceito de disfunção erétil, que se refere a vários distúrbios da função erétil.

Visão Geral da disfunção

A disfunção erétil (impotência erétil) é uma forma de desordem de potência . A impotência erétil ocorre quando um homem é incapaz de obter ou manter uma ereção por pelo menos seis meses ou mais e uma relação sexual satisfatória não é possível.

A disfunção erétil ocorre em pelo menos 50% dos homens com mais de 40 anos de idade, pelo menos temporariamente. A proporção de homens com impotência aumenta com a idade. Mas homens com menos de 40 anos também podem ser afetados pela disfunção erétil. A impotência erétil pode reduzir severamente a qualidade de vida e o bem-estar da pessoa afetada, bem como do parceiro de vida.

As causas da impotência são muitas . Considera-se que os fatores mentais (como estresse, medo sexual do fracasso ) desencadeiam a impotência erétil, assim como doenças internas, desreguladores endócrinos, danos nos nervos ou efeitos colaterais de certos medicamentos . Fatores de risco físicos e também causa de disfunção erétil podem ser entre outros:

doença cardiovascular

Diabetes Mellitus (diabetes)

excesso de peso

álcool

nicotina

Se houver disfunção erétil, o tratamento da impotência na maioria dos casos consiste em um tratamento medicamentoso em forma de comprimido. Se os problemas de ereção não melhorarem conforme desejado, uma ereção também pode ser promovida através de uma injeção de ingrediente ativo no tecido erétil do pênis, um aplicador de uretra ou auxiliares mecânicos (por exemplo, uma bomba de vácuo). O tratamento com medicação deve sempre ser feito sob cuidados médicos em caso de impotência erétil. Se os problemas mentais são a causa da disfunção erétil, o tratamento psiquiátrico-psicológico pode ajudar.

Quanto mais cedo as pessoas com disfunção erétil buscarem ajuda terapêutica, melhores serão as chances de recuperação. O primeiro ponto de contato para a impotência deve ser um urologista. Acesse para mais informações AZ21.

Definição

A disfunção erétil (impotência erétil) é a incapacidade do homem de se envolver em relações sexuais. Ele vem no homem para uma ereção suficientemente longa (enrijecimento do membro) para o intercurso sexual. Somente quando esses problemas de potência existem há seis meses ou mais , é por definição uma disfunção erétil. Um termo obsoleto para a disfunção erétil é Impotentia coeundi .

A disfunção erétil ocorre em pelo menos a cada segundo homem acima de 40 anos, pelo menos temporariamente. A proporção aumenta com o aumento da idade. Se a disfunção erétil sempre esteve presente, é chamada de disfunção erétil primária. Por outro lado, se a disfunção erétil ocorre espontaneamente ou apenas em certas situações, ela é chamada de disfunção erétil secundária.

Além da disfunção erétil, às vezes ocorrem disfunções sexuais: neste caso, o tempo do orgasmo não pode ser controlado, levando à ejaculação precoce ou retardada. No entanto, a ejaculação precoce (Ejaculatio praecox) geralmente ocorre com mais freqüência.

Como melhorar a potência de um homem?

Na prática médica moderna, utiliza vários métodos e ferramentas para restaurar a potência masculina. Ao mesmo tempo, é importante entender que a eliminação deste problema deve ser complexa, portanto, vale a pena prestar atenção a muitos outros fatores. Especialistas indicam nesses casos Gandrox.

Uma melhora na potência será observada se o homem ajustar seu estilo de vida habitual à terapia medicamentosa. Esta é a maneira mais acessível, mas ao mesmo tempo incrivelmente difícil de restaurar a libido masculina. Por exemplo, os seguintes fatores podem afetar positivamente um aumento na potência:

Ter uma vida sexual regular. Este é o fator chave para alcançar a saúde reprodutiva. O sistema reprodutor masculino precisa ser constantemente treinado e carregado, o que irá melhorar não apenas a produção de espermatozóides, mas também melhorar sua qualidade.
Monitoramento de saúde. A potência de um homem muitas vezes sofre com a presença de doenças sexualmente transmissíveis. Alguns deles são extremamente raramente manifestados por alguns sintomas, mas seu desenvolvimento posterior pode afetar todos os sistemas do corpo, incluindo o sexual, e levar a uma diminuição na potência da potência.
Dieta pensativa. Potência crescente não é viável sem fazer mudanças na dieta de um homem. Para melhorar a função erétil, você deve considerar reduzir a quantidade de gordura em até 30%, usar alimentos ricos em fósforo (afeta diretamente a melhora da potência, porque participa na formação de substâncias reguladoras da produção de hormônios sexuais), zinco (esse oligoelemento participa do processo de formação de testosterona, melhora qualidade do esperma e aumenta a função sexual) e vitamina E (também importante para manter a força masculina, pois reduz o risco de alterações degenerativas irreversíveis nos testículos).


Rejeição de maus hábitos. Álcool, cigarros e drogas reduzem significativamente o nível de testosterona no sangue e, assim, inibem a potência masculina.
Relaxamento total. Situações estressantes e depressão prolongada em 20% dos casos causam uma diminuição da libido nos homens. Para evitar o desenvolvimento de tal cenário, deve ser realizado o auto-treinamento psicológico, que manterá a calma e a calma mesmo em situações difíceis da vida.
Bom sono A restauração da potência masculina será difícil se você não prestar a devida atenção ao sono noturno. Sua duração deve ser de pelo menos 7 horas, caso contrário, não só a ereção enfraquecerá, mas também todo o organismo.

O trauma psicológico também pode causar disfunção erétil

Reconhecer o problema da ereção fraca de um homem é metade do sucesso. Por exemplo, se um homem teve estresse ou ansiedade severa antes da relação sexual, ele se cansou no trabalho, não dormiu o suficiente, ficou irritado, houve uma situação de conflito com uma mulher ou incompatibilidade sexual – isso pode causar fraqueza do homem. Se essas causas forem eliminadas, a ereção será normal novamente.

O trauma psicológico também pode causar disfunção erétil durante o sexo. Não é necessário medos e complexos associados às relações sexuais. Ressentimento infantil, insegurança, tensão, turbulência emocional de qualquer natureza, acesse Max Power, – tudo isso pode afetar a saúde dos homens quando um homem não se levanta no momento certo. É possível remover barreiras psicológicas com a ajuda de um psicoterapeuta ou um psicólogo – de outra forma, tais problemas com a ereção do pênis podem ser curados.

Quando o marido não é membro e a falta de ereção é acompanhada por comichão, vermelhidão, sensações dolorosas na região da virilha, desconforto durante a micção, inflamação e outros sintomas desagradáveis ​​- a causa da disfunção erétil na doença venérea. Encontrou sintomas semelhantes – contate imediatamente seu urologista ou venereologista, que, após o diagnóstico, prescreverá tratamento e ajudará a restaurar e melhorar a ereção masculina.

Interrupção dos níveis hormonais – uma das causas mais comuns de ereções fracas nos homens. Se a suspeita se insinuar porque a razão de o membro não surgir é precisamente isso, faz sentido passar a análise ao nível da testosterona. Um endocrinologista ajudará nisso, que fará um exame e prescreverá terapia para aumentar a libido. Em caso de distúrbios hormonais, além de uma má ereção, o homem pode ter outros sintomas, incluindo: uma mudança no tom da voz; celulite nas nádegas, coxas e peito; terminação do cabelo do corpo e da cara. Mas a disfunção erétil pode ser o único sintoma de falha hormonal.

Há algum caso conhecido de deficiência de colágeno em jovens?

Há algum caso conhecido de deficiência de colágeno em jovens? O que acontece com o corpo nesses casos?


Infelizmente sim. Esta progeria – a chamada doença de tenra idade. Crianças e adolescentes parecem velhos e morrem de doenças como ataque cardíaco ou derrame. Mas a falta de colágeno é apenas uma das conseqüências desse defeito genético que perturba o funcionamento dos fibroblastos.


O que é colágeno?


O colágeno é uma proteína fibrosa, que é um componente chave da pele, permitindo que você a mantenha jovem e elástica (e, de acordo com alguns, lubrifique as articulações e ajude a normalizar a digestão). O colágeno é rico em aminoácidos, que à primeira vista parecem insignificantes, mas na verdade são de grande importância para manter as funções básicas do corpo, incluindo a capacidade de adormecer.


Com a idade, a quantidade de colágeno no corpo é invariavelmente reduzida. Portanto, especialistas no campo da medicina estética usam-no como um preenchimento de tecidos moles, que elimina as rugas e aperta o contorno facial (Clique para saber em como repor colágeno em Renova 31 Efeitos Colaterais. Para aqueles que tratam de cirurgia plástica com uma certa dose de cautela, foram inventados suplementos de colágeno – incluindo o consumo de colágeno, que perfeitamente hidrata a pele e proporciona um efeito lifting notável após quatro semanas.


Não é usado apenas para injeções, mas também tomado por via oral.
Na maioria das vezes, na indústria da beleza a cada dois meses, há novos produtos que finalmente tornarão sua pele limpa, radiante e, é claro, farão com que você pareça um bebê novamente. Mais recentemente, esta ferramenta tornou-se colágeno, que literalmente todo mundo é louco. Provavelmente, você viu como as celebridades anunciam a partir de suas páginas no Instagram.


Há uma enorme quantidade de fundos que acionam os processos de produção natural de colágeno. Estes incluem técnicas de hardware, injeções, mas bebidas de colágeno e comprimidos de colágeno estão no pico agora – todas as meninas da moda estão sonhando com elas agora. Vamos ver se o colágeno é seguro e quais são seus benefícios.

Benefícios para a saúde de maca

1) Maca aumenta o desejo sexual
Tomar maca por 12 semanas aumentou o desejo sexual em um estudo (DB-RCT) de 57 homens saudáveis.
Em um estudo com 20 homens e mulheres, a ingestão de maca por 12 semanas melhorou a disfunção sexual induzida por antidepressivos e aumentou o desejo sexual em um estudo de 20 homens e mulheres. Estes efeitos foram mais fortes com 3 g de suplementação diária.
Em um estudo com 8 homens, o extrato de maca tomado por 2 semanas aumentou o desejo sexual.


2) Maca Melhora a Função Sexual
O extrato de maca tomado por 12 semanas aumentou a função erétil e o bem-estar sexual em um estudo (DB-RCT) de 50 homens com disfunção erétil leve.
Em um estudo (DB-RCT) de 14 mulheres saudáveis ​​na pós-menopausa, 6 semanas de suplementação de maca reduziram a disfunção sexual.
A maca negra aumentou a contagem de espermatozóides, volume e qualidade em um estudo de 9 homens saudáveis .


3) Maca Diminui Ansiedade e Depressão
Em ratos, a maca reduziu comportamentos semelhantes à depressão.
Maca tomada por 6 semanas reduziu os sintomas de ansiedade e depressão em estudos (DB-RCTs) de 43 mulheres na pós-menopausa.
Em um estudo (DB-RCT) de 197 pessoas, 12 semanas de suplementação de maca melhoraram o humor.


4) Maca reduz a pressão arterial
Consumo de maca foi associado com pressão arterial baixa em um estudo observacional de 50 pessoas.
Em um estudo (DB-RCT) de 29 mulheres na pós-menopausa, 6 semanas de suplementação de maca diminuíram a pressão arterial.
5) Maca aumenta os níveis de energia
Maca reduz a fadiga em animais.
A maca vermelha e preta aumentou os níveis de energia percebidos em um estudo (DB-RCT) de 197 adultos.


6) A Maca Melhora a Qualidade de Vida
A maca vermelha e preta aumentou a qualidade de vida relacionada à saúde em um estudo (DB-RCT) de 197 adultos.
O consumo de maca foi associado com alta qualidade de vida relacionada à saúde em um estudo de 50 adultos que vivem em altitude.


7) A maca melhora os sintomas da osteoartrite
Reparagenia, um composto composto por 83% de maca, diminuiu a dor e rigidez, e melhorou a função física em um estudo (DB-RCT) de 95 pacientes com osteoartrite.


8) Maca Melhora a Densidade Óssea
Em um estudo piloto (DB-RCT) de 12 mulheres na menopausa, a maca aumentou a densidade óssea ao longo de 4 meses.
A maca também previne a perda óssea devido à redução dos níveis de estrogênio em ratos. Saiba mais em Maca Peruana efeitos Colaterais.


9) A maca reduz os sintomas da menopausa
Maca reduziu os sintomas da menopausa (irritabilidade e desconforto das ondas de calor e sudorese noturna) em um estudo com 124 mulheres na pós-menopausa.


10) Maca Reduz Inflamação e Estresse Oxidativo